terça-feira, 18 de agosto de 2009

2 vezes Tereza, de Calcutá


Alguem para amar


Senhor,
Quando eu tiver fome,dai-me alguém que necessite de comida.
Quando tiver sede, dai-me alguém que precise de água.
Quando sentir frio, dai-me alguém que necessite de calor.
Quando tiver um aborrecimento, dai-me alguém que necessite de consolo.
Quando minha cruz parecer pesada, deixe-me compartilhar a cruz do outro.
Quando me achar pobre, ponde a meu lado alguém necessitado.
Quanto não tiver tempo, dai-me alguém que precise de alguns dos meus minutos.
Quando sofrer humilhação, dai-me ocasião para elogiar alguém.
Quando estiver desanimada, dai-me alguém para lhe dar novo ânimo.
Quando sentir a necessidade da compreensão dos outros, dai-me alguém que necessite da minha.
Quando sentir necessidade de que cuidem de mim, dai-me alguém que eu tenha de atender.
Quando pensar em mim mesma, voltai minha atenção para outra pessoa.
Tornai-nos dignos, Senhor, de servir nossos irmãos que vivem e morrem pobres e com fome, no mundo de hoje.
Dai-lhes, através das nossas mãos, o pão de cada dia e dai-lhes, graças ao nosso amor compassivo, a paz e a alegria.

Oração do Necessitado

Quero que saibas que cada vez que me convidas, eu venho sempre, sem falta.
Venho em silêncio e de forma invisível, mas com um poder e um amor que não acabam.
Não há nada na tua vida que não tenha importancia para mim.
Sei o que existe no teu coração, conheço a tua solidão e todas as tuas feridas, as tuas rejeições e humilhações.
Eu suportei tudo isto por causa de ti, para que pudesses partilhar a minha força e a minha vitória.
Conheço, sobretudo, a tua necessidade de amor.
Nunca duvides da minha misericórdia, do meu desejo de te perdoar, do meu desejo de te bendizer e viver a minha vida em ti, e que te aceito sem me importar com o que tenhas feito.
Se te sentes com pouco valor aos olhos do mundo, não importa.
Não há ninguém que me interesse mais no mundo do que tu.
Confia em mim.
Pede-me todos os dias que entre e que me encarregue da tua vida e eu o farei.
A única coisa que te peço é que confies plenamente em mim.
Eu farei o resto.
Tudo o que procuraste fora de mim só te deixou ainda mais vazio.
Portanto, não te prendas às coisas passageiras.
Mas, sobretudo, não te afastes de mim quando caíres.
Vem a mim sem demora, porque quando me dás os teus pecados, dás-me a alegria de ser o teu Salvador.
Não há nada que eu não possa perdoar.
Não importa o quanto tenhas andado sem rumo, não importa quantas vezes te esqueceste de mim, não importa quantas cruzes levas na tua vida.
Tu já experimentaste muitas coisas, no teu desejo de seres feliz.
Porque é que não experimentas abrir-me o teu coração, agora mesmo, mais do que antes ?
Madre Tereza de Calcutá.

Um comentário:

  1. Não conhecia esta prece...obrigada pela partilha!!
    Um beijo de Luz

    ResponderExcluir

Comentários sem um e mail de origem válido, não serão considerados.